Bem-vindo!

 

capa dor15

Quando a dor se torna crônica, ela deixa de ser um mecanismo de defesa e pode prejudicar a qualidade de vida.

Atualmente estima-se que 30% da população mundial sofra de dor crônica, tornando-o um problema de saúde pública e com grande impacto na qualidade de vida das pessoas que tem vivido essa condição.

Dentre várias doenças que são relacionadas com a Dor Crônica, está a Síndrome da Fadiga Crônica, que tem como sintomas dores musculares e articulares, cansaço extremo, alterações do sono e de memória. Não existem exames laboratoriais ou de imagem para confirmar o diagnóstico, somente para descartar outras doenças que podem ocasionar os mesmos sintomas. O tratamento pode ser variado e, no Centro de Atenção em Dor, utilizam-se outros Recursos Terapêuticos para evitar a dependência em medicamentos.

Por isso, o propósito do Centro de Atenção em Dor é o alívio e tratamento da dor como problema central, independente de suas causas.

A abordagem da dor no Brasil ficou nas últimas décadas como atribuição de diferentes especialidades como a ortopedia, reumatologia, gastroenterologia, ginecologia que cuidam de diversas doenças e também de seus sintomas, sendo a dor um dos principais.

No entanto, com o aprofundamento do estudo dor em todo o mundo, a crescente complexidade de suas formas de tratamento e o enorme impacto que a dor acarreta na vida das pessoas, o cuidado com a dor passou a constituir em uma especialidade médica específica.

No entanto, no Brasil para muitos ainda causa surpresa a existência de profissional médico e equipes centradas no cuidado a dor de diferentes causas, mas essa é exatamente o foco do Centro de Atenção em Dor.

Anúncios