As dores crônicas e o modo de vida atual

O número de pessoas com dores crônicas tem aumentado significativamente nos últimos anos e diagnósticos como a Fibromialgia e diversos outros tipos de dores crônicas são cada vez mais frequentes. Nos parece crucial compreendermos os motivos que levam a esse aumento de modo a identificarmos os caminhos que nos apontem possíveis saídas.

O modo de vida atual que valoriza o desempenho a todo custo e que nos mantém conectados em tempo integral parece contribuir para esse estado de tensão constante e para o aumento dos quadros de dor.

Em sua coluna semanal, Eliane Brum, com extrema clareza aponta como estamos sempre, de algum modo, trabalhando, fazendo networking, debatendo (ou brigando), intervindo, tentando não perder nada, principalmente a notícia ordinária.

Esse estado de contínua auto cobrança
por desempenho tem se refletido tanto na vida profissional e também pessoal, nos levando a uma aceleração e esgotamento sentidos pelo nosso corpo. Ainda no dizer de Eliane Brum estamos exaustos e correndo. Exaustos e correndo. E a má notícia é que continuaremos exaustos e correndo, porque exaustos-e-correndo virou a condição humana dessa época. E já percebemos que essa condição humana um corpo humano não aguenta. O corpo então virou um atrapalho, um apêndice incômodo, um não-dá-conta que adoece, fica ansioso, deprime, entra em pânico. E assim dopamos esse corpo falho que se contorce ao ser submetido a uma velocidade não humana.i13^cimgpsh_orig.png

Viramos exaustos-e-correndo-e-dopados. Porque só dopados para continuar exaustos-e-correndo. Pelo menos até conseguirmos nos livrar desse corpo que se tornou uma barreira. O problema é que o corpo não é um outro, o corpo é o que chamamos de eu.

É fundamental reconectarmos com esse corpo com o uso de técnicas para tratamento da dor, como algumas disponíveis no Centro de Atenção em Dor, que respeitem o organismo e que não apenas sedem temporariamente os sintomas ou impliquem em mais agressões para o corpo. Esse deve ser o caminho para reestabelecer a saúde e ter efetivamente uma vida sem dor.

Anúncios